Go to Home  
 

Submarine

A empresa Submarine Products Company foi fundada em 1957 por Hugh Oswell enquanto ele ainda estava na Royal Navy inglesa.

O tenente comandante Hugh Oswell era um oficial da marinha inglesa em serviço baseado em Portsmouth. Em seu tempo livre ele trabalhava em inovações e modificações em equipamentos de mergulho e desenvolveu próprios projetos próprios para equipamentos de mergulho. Ele era auxiliado na produção de seus protótipos por Harry Biscoe, que também estava baseado em Portsmouth, e que tinha acesso às instalações de engenharia.

A Marinha Real apresentou um programa de cortes de pessoal e o Comandante Oswell, através deste programa, viu a oportunidade de criar o seu negócio.
Neste mesmo tempo, Harry Biscoe enviou  ao Comandante Oswell solicitando uma carta de referências para um emprego. O Comandante Oswell ofereceu a Harry um emprego na sua nova empresa. Harry aceitou o convite e se mudou para Hexham. Ele permaneceria na empresa até o seu fechamento e se tornou o designer-chefe, responsável pela produção dos equipamentos de mergulho.

Hugh Oswell montou uma pequena oficina na parte de trás de sua casa em Acomb, perto de Hexham, em Northumberland.

A Submarine desenvolveu uma linha completa de equipamentos de mergulho: válvulas, harness, cilindros, cintos de lastro, etc.

Eles produziram o scooter AQUAMOBILE e passaram a importar uma gama de outros equipamentos de mergulho, em grande parte dos EUA, tais como máscaras, nadadeiras, roupas e compressores.

 

 

Devido aos bons contatos de Hugh Oswell, a empresa cresceu fornecendo equipamentos de mergulho marinha inglesa.

Em 1967, uma nova fábrica completa foi construída na BRIDGE END, em Hexham, com tanques de testes para simulação de operações, para a polícia e para os bombeiros, no uso de aparelhos de respiração. Eles também diversificaram a gama dos produtos fabricados a partir de polímeros plásticos Estes variaram de cascos de barcos a embalagens de plástico, como baldes, etc.

A empresa garantiu contratos de fornecimento de equipamentos de mergulho para a Royal Navy e também equipou, entre outros, as Marinhas Indiana, Coreana e da Jordânia (O Rei da Jordânia mostrava um interesse particular na empresa e tinha equipamentos de mergulho pessoais feita para ele).

No período de 1957 à 1980, a Submarine produziu cinco diferentes modelos de reguladores double hose: SeaLion - MK1, SeaLion II, Super SeaLion, Atlantic e o Black Prince.

A Submarine Products efetuou exportações para a Dinamarca como "SECOBA", para a França como "CHAMPION" e para a Alemanha como "TAUCHTECHICK".

 

SEALION MKI 

O primeiro regulador double hose (twin hose demand valve) produzido pela Submarine foi o Sealion - MKI, em 1957. 

 

 

Como todos os modelos produzidos pela empresa, o Sealion MKI era um regulador de estágios único. Com um diâmetro de 5", ele possuia as partes superior e inferior fixadas por uma abraçadeira do tipo anel. Na parte superior do regulador (lado do label) existia um buraco central que permitia o acesso ao diafragma. 

 

 

Este buraco permitia ao mergulhador acesso ao disposito de by-pass existente, embaixo do diafragma. Quando o mergulhador necessitasse de fornecimento extra de ar (em uma emergência ou para auxiliar o desalagamento das mangueiras), bastava acionar este dispositivo com as suas mãos, através do buraco existente.

Não exisita válvula de exaustão (duckbill) na tampa superior do regulador. Esta ausência, provavelmente, era para  não gerar confrontos com a patente do CG45 de Cousteau-Gagnan. O mouthpiece/bocal era de metal do tipo "T" e as válvulas non return eram compostas de discos borrachas fixadas por parafusos e arruelas.

Não existiam portas para conexão de manômetro.

 

 

Uma das características deste modelo de regulador era o dispositivo para sua fixação no cilindro. O dispositivo era conhecido como Captive Hand-Nut e funcionava com um dispositivo do tipo DIN inverso. Posteriormente, a Submarine fabricou um adaptador Yoke para permitir que os SeaLions MKI pudessem ser fixados nas válvulas dos cilindros mais modernos.

Existem registros que pelo menos 500 Sealion MKI foram exportados para a Austrália através da empresa Walla Mitchell Pty Ltda de Melbourne.

O rótulo era semi-circular e fixado ao redor do buraco existente na tampa superior e continha a inscrição SEALION - DIVING REGULATOR.

O Sealion MKI era comercializado com cilindros médicos de oxigênio, que eram excedentes de guerra. Eles possuiam torneiras com válvulas salientes que se encaixavam nas porcas do tipo Hand Nut do regulador MKI.

 

SEALION MKII

A produção deste regulador ocorreu no ano e 1958. A Submarine modificou o tipo de fixação existente no regulador SeaLion MKI. O sistema do tipo Hand-Nut (DIN invertido) é substituido pelo sistema de fixação do tipo Yoke.

 

 

Além disso, foi colocado uma porta do tipo macho de 1/8" para conexão de um manômetro. O mecanismo interno de estágio único é mantido, e poucas modificações foram feitas:

- O filtro do regulador passa a ser de bronze sinterizado;

- O mouthpiece/bocal agora possuia válvulas non-return do tipo "mushrooms";

- O label/rótulo para a ser um adesivo de 360o ao redor do buraco da tampa superior e possuia a inscrição SEA LION MKII REGULATOR - MADE IN ENGLAND - BY SUBMARINE PRODUCTS LTD. Com a existência do SeaLion MKII, o regulador SeaLion passa a ser conhecido como SeaLion MKI, pois não existia a expressão MKI colocada no rótulo do regulador, ou mesmo na bilbiografia.

 

 

Continua não existindo uma válvula de exaustão (duckbill) na tampa superior do regulador. As abraçadeiras de metal substituiram os fios de ligação (twine binding) usados no modelo anterior.

Os cilindros utilizados com o Sealion MKII traziam diferenças com relação aos usados com o MKI. As válvulas dos cilindros agora são do tipo Upright Pillar, que se acoplam às conexões do tipo yoke dos novos reguladores. Cilindros excedentes de guerra ainda são utilizados, como o popular EX-RAF.

 

SUPER SEALION

O regulador double hose Super Sealion foi produzido no período de 1959 à 1964, e era um modelo totalmente redesenhado.

Um anel de metal ainda unia as tampas superior e inferior do regulador, que não mais possuia o buraco central na tampa superior. Oito pequenos orifícios foram adicionados na tampa superior. O mecanismo interno de estágio único foi reprojetado. A porta HP para conexão do manômetro continua existindo.

 

 

A conexão do manômetro exige cuidado para o correto acoplamento da haste existente no yoke com o adaptador do manômetro.

Neste modelo passa a existir a válvula de exaustão (duckbill) na tampa superior do regulador. O duckbill estava fixado na tampa através de um estribo.

 

 

O label/rótulo era redondo e de cor vermelha. Possuia a inscrição SUPER SEALION REGULATOR - SUBMARINE PRODUCTS LTD. - MADE IN ENGLAND.

 

 

 

Um novo mouthpiece/bocal de plástico moldado e com válvulas non-return é usado. As mangueiras estavam fixadas por abraçadeiras de nylon.

Os Super Sealion passam a utilizar cilindros novos fabricados pela empresa alemã IWKA.

  

ATLANTIC

O regulador double hose Atlantic foi fabricado de 1961 à 1969 e apresenta poucas diferenças com relação ao Super Sealion.

 

 

Externamente o rótulo verde trazia a inscrição VENTURI ACTION - ATLANTIC - DIVING REGULATOR - PATENT APPLIED FOR - MADE IN ENGLAND BY - SUBMARTINE PRODUCTS LTD.. Internamente, a alavanca primária passa a ser de plástico moldado e a secundária continua sendo de latão.

 

 

Uma pequena modificação no pino de pressão da válvula HP, que agora apresenta uma secção mais estreita e que permite um melhor fluxo de ar através dele. O mouthpiece agora era do tipo rosqueável e as mangueiras eram fixadas por abraçadeiras de nylon. A porta HP para conexão do manômetro permaceu inalterada.

 

 

Não existia, na verdade, um Venturi Jet específico como se vê em outros reguladores com este dispositivo. O que existia no projeto original do Atlantic era um pequeno tubo plástico flexível que estaria colocado na mangueira de inalação, trazendo o ar diretamente do bloco do regulador para o bocal do mouthpiece. Esta solução não se tornou muito popular, pois a quantidade de ar que estava sendo disponibilizada para o mergulhador era muito grande e, consequentemente, indesejável. 

 

 

A Submarine, rapidamente, mudou este projeto e retornou para a antiga configuração usada no Super Sealion. Não se entende porque a propaganda sobre o Venturi Jet continuava. Acredita-se que houve reaproveitamento dos excedentes de labels/rótulos para os reguladores remodificados. Este conceito de utilização de mangueiras levando o ar diretamente do bloco do regulador para o bocal do mouthpiece já havia sido utilizado pela US Divers, poucos anos antes (1955-1956) nos DX Overpressure, que sobreviveram apenas um ano antes de serem rejeitados. Isto torna um mistério o porquê a Submarine voltou a utlizar este conceito.

 

 

O Atlantic possuia o dispositivo opcional conhecido como Godel Mouthpiece (1963). Vários fabricantes utilizaram o conceito de usar o snorkel acoplado diretamente na válvula do mouthpiece. A Submarine, também, usou este conceito. Um Godel, com um corpo volumoso e com o snorkell acoplado no lado esquerdo, possuia uma válvula que permitia ao mergulhador alternar a posição do regulador para o snorkell.

A Submarine também possuia este dispositivo  para efetuar respiração boca-a-boca (Godel Ressuscitator).

 

 

Os cilindros usados pelo Atlantic mantinham a mesma configuração do modelo anterior, mas agora com uma válvula própria produzida pela Submarine. Esta válvula era conhecida como "Glandless".

 

 

BLACK PRINCE

O regulador Black Prince, fabricado de 1969 à 1980, foi o último regulador double hose produzido pela Submarine Products

 

 

Ele foi feito em plástico moldado. As duas tampas metades do regulador eram fixadas por um anel plástico, assim como o Atlantic. O desenho interno do regulador de estágio único era o mesmo, com algumas pequenas alterações:

- A alavanca primária tinha agora um formato de colher;

- A válvula de exaustão (duckbill) estava agora 'vestindo" o horn/chifre de exaustão;

- Um novo yoke foi desenhado.

As mangueiras utilizadas no Black Prince passam a ter 1" ao invés das mangueiras de 3/4" dos outros modelos. O mouthpiece/bocal continua sendo de plástico moldado (duro e com roscas), mas agora angulado para a inserção das mangueiras, que são fixadas por abraçadeiras plásticas.

 

 

O Black Prince utilizava um novo cilindro de alumínio produzido pela Luxfer em substituição aos de aço da IWKA.

O Black Prince foi produzido até 1980 e substituido pelo regulador single hose Aquarius.

Eles produziram uma série de reguladores de mangueira simples chamada de "Aquarius". Pouco tempo depois disso, a US Divers comercializou um regulador com o mesmo nome, mas retirou-se do mercado quando ameaçada com uma ação judicial. A US Divers, posteriormente, reintroduziu este nome quando a Submarine Products fechou.

Com exceção do Sealion MKI, todos os modelos de reguladores double hose da Submarine possuiam porta HP de 1/8" BSP do tipo macho para conexão de manômetro. Vários tipos de manômetros foram utilizados nos modelos da Submarine:

- Plunger Gauge - Era um manômetro metálico do tipo cilíndrico que possuia uma haste interna. Foram produzidos três modelos deste manômetro.

 

 

- Manômetros tradicionais - Produzidos pela empresa WIKA.

 

 

Provavelmente, o projeto mais ambicioso da empresa Submarine foi o "Sub-Skimmer". Era um navio de grande velocidade na superfície, mas com a capacidade para submergir e levar dois ou mais mergulhadores. O custo de desenvolvimento deste projeto foi fenomenal, e a empresa cresceu financeiramente. O comandante Oswell estava confiante de que estes custos seriam cobertos por um contrato com a Royal Navy, mas isso não aconteceu.

 

 

Depois de meados dos anos 80, a empresa estava confiante em renovar o seu contrato de vinte anos com a Royal Navy. No entanto, quando o contrato foi a licitação, o vencedor foi a empresa concorrente SABRE AIR PRODUCTS.

A empresa lutou contra os problemas financeiros por muitos anos e, finalmente, não aguentou. Em junho de 1989, os funcionários receberam a notícia para deixarem a fábrica e o local.
Quando os ativos foram vendidos, a divisãode plásticos foi comprada pelo Sr. Ken Sayer (ele já tinha trabalhado para Submarine Products) e ele ainda tem o negócio em Alston, em Cumbria, produzindo extrusões de plástico.

A fabricação de equipamentos de mergulho foi comprada pela Sea Sub Services de Aberdeen, com a marca "Divex" ,de Aberdeen, na Escócia.

O comandante Hugh Oswell mudou-se para França, onde ele montou uma empresa de construção de barcos. Ele morreu em 1997.

No pico de produção, a Submarine Products Ltd. empregava mais de setenta pessoas.

 

Fontes:

(1) John Salsbury;

(2) Historical Diving Times #54 e #55- Submarine Products Twin Hose Demand Valves by Bob Campbell;

(3) Wikipedia;

(4) Desenhos Esquemáticos Copright de Bob Campbell - Publicados com sua autorização;

 

Sealion MKII

Super Sealion

Atlantic

Black Prince



 
Apoio   Scuba Point Facebook

 
Terms of Use Copyright © CG-45 Collection     -     All Rights Reserved Contact