Go to Home  
 

Heinke (Siebe-Heinke)

As raízes da empresa Heinke podem ser rastreadas até um homem:  Frederick Gotthilf Heinke (1786-1871). G.F. Heinke, era um imigrante da Prússia e começou seu negócio em 1819. Ele tinha uma oficina na 103 Great Portland Street (Londres). Por volta de 1858, a numeração da casa foi alterada para 79 Great Portland Street. Por razões de negócios, ele pediu e obteve a cidadania britânica em 1858. Teve três filhos e duas filhas. (1)

O seu segundo filho, Charles Edwin Heinke (1818-1869), dirigiu a empresa familiar e a firma tinha o nome de "C.E. HEINKE" Submarine Engineers (1844-1871). Por volta de 1844, Charles Heinke produziu o primeiro escafandro/helmet de mergulho e trabalhou para melhorar os desenhos dos helmets de Augustus Siebe, que produziu o primeiro escafandro em 1839. (1)

 

Com a morte de Charles (1869), do seu irmão William (1870) e de seu pai Frederick (1871), o irmão Gotthilf Henry Heinke (1820-1899) deu continuidade ao negócios da família e da empresa com o nome "C.E. HEINKE & Co." Submarine Engineers (1871-1922). (1)

Henry trouxe um novo sócio para a empresa, William Robert Foster (da "Foster e Williams, empresa que fornecia roupas de mergulho e bombas de ar). Em 1884,  Henry Heinke se aposenta e vende a empresa para Robert Fox (seu cunhado) e William Foster. Em 1899, William Foster morreu, e as ações de sua empresa foram comprados por três novos parceiros:  FH Sprang (que tinha partes na "Foster e Williams"), JH Blake e J. Holman. (1)

A empresa "Foster e Williams" foi incorporada pela CE Heinke & Co. Em 1922, a Heinke se tornou uma empresa pública e a companhia passou a se chamar C.E. Heinke & Co. Ltd Submarine Engineers (1922-1961). (1) 

A nova empresa prosperou até início dos anos 1950, mas, como tantas empresas, se estagnou no pós-guerra pela falta de inovação e investimento. (1)

Em 1961, a  CE. Heinke & Co. Ltd. foi incorporada pela Siebe Gorman & Co. Ltd ". Por alguns anos (1961-1967), alguns produtos foram vendidos com um nome combinado "Siebe-Heinke". No entanto, por volta de 1968 este nome combinado foi abandonada com um retorno ao nome do fabricante  "Siebe Gorman". Infelizmente, a maior parte dos registros da empresa Heinke foram perdidos nos bombardeios durante a 2 ª Guerra Mundial. O que restava dos arquivos da empresa Heinke foram sistematicamente destruidos pelos ex-diretores da empresa. (1)

O início dos estudos para a produção dos reguladores double hose pela Heinke começou por volta de meados dos anos 1940. (2)

           

 

A Heinke também queria uma parte do mercado do esporte que estava em expansão, mas, como a Seibe Gorman obteve a licença da Spirotechnique para a produção do CG45, eles tiveram problemas com a aprovação de seu projeto. (2)

Heinke e Siebe Gorman foram grandes rivais também na produção de equipamentos de mergulhos recreacionais. Nos início dos anos 50 a Siebe Gorman tinha obtido a licença da Spirotechnique sobre a patente de CousteauGagnan do Aqua-Lung e produziram o reguladores Siebe Gorman MK-I e MK-II e depois o Mistral. (3)

 

REGULADOR HEINKE DOUBLE HOSE (TWIN HOSE) MK-I

As patentes de Cousteau-Gagnan protegiam, predominantemente, a posição relativa da válvula de exaustão próxima ao diagragma. Com essa licença em seu controle Siebe Gorman não iria permitir que a sua rival explorasse essa configuração específica. Para entrar na nova demanda do
mercado de reguladores, Heinke precisava de uma configuração diferente. (3)

Estava já demonstrado que, se a válvula de exaustão estivesse posicionada demasiadamente longe do diafragma, o regulador entraria em freeflow, depedendendo da posição que o mergulhador estivesse, o que não ocorreria com a válvula de exustão no mesmo nível do diafragma. Com isso, a empresa Heinke obteve uma solução engenhosa para o problema. Usando duas válvulas de exaustão diametralmente opostas. (3)

Um par de horns / chifres estendidos de cada lado do corpo do regulador, com um raio de 6"/15 cm e com uma válvula de exaustão montada na extremidade de cada horn/ chifre. Com isso, eles conseguiram escapar das restrições da patente de Cousteau/Gagnan. (3)

Com este desenho, ao passo que os chifres estavam na posição horizontal, não importava em que posição o mergulhador estivesse. O ar poderia sair por ambos os lados das válvulas de exaustão. (3)

 

        

 

 

Isso deu origem à configuração de chifre gêmeos (TWIN HORN) do Heinke Lung MK-I, o primeiro regulador double hose de dois estágios da Heinke. A construção em bronze fundido do regulador pesava 2,66kg. Quando montado com as mangueiras de borracha cobertas, o peso aumentava para 3,16kg. (2)(3)

 

 

REGULADOR HEINKE DOUBLE HOSE (TWIN HOSE) MK-II

O Heinke Lung MK-II era a versão "de luxe" do Heinke Lung MK-I. Apresentava a mesma configuração do MK-I, mas com a adição de uma válvula de by-pass que permitia ao mergulhador "esguichar" ar diretamente da entrada de alta pressão para a câmara de segundo estágio, sem passar pela válvula de primeiro estágio. Isto permitiria desalagar as mangueiras e bocal (lembrando que ainda não existiam as válvulas de não retorno nestes modelos).

Também, poderia ser usado, para melhorar o fluxo de ar temporariamente, se o mergulhador estavisse em uma condição de grande esforço e necessitando maior fornecimento de ar. (3)

 

Figura 1

 

A válvula de by-pass era um dispositivo do tipo pistão colocado paralelo à válvula de primeiro estágio e vedado por um pequeno diafragma de borracha reforçada. Era ativado por uma alavanca curva grande, assemelhando-se a um freio de mão da bicicleta, que por sua vez, estava ligado a um cabo de tração colocado sobre o ombro direito do mergulhador. Com uma puxada, uma grande quantidade de ar era fornecido diretamente do lado de alta pressão do primeiro estágio para o segundo estágio, passando (by-pass) a válvula de primeiro estágio completamente. (3)

 

 

 

REGULADOR HEINKE DOUBLE HOSE (TWIN HOSE) AIRLINELUNG

A terceira versão do projeto Heinke Lung foi produzido e era conhecido como o "AIRLINELUNG" exclusivamente para uso com fonte de ar vindo da superfície (Narguilé). O modelo de superfície era destinado para ser utilizado em  portos ou em obras de engenharia civil. (2)(3)

 

 

Os reguladores "Twin-Horn" foram produzidos por toda a década de 50, até serem substituídos, pelos também reguladores de dois estágios, Heinke Lung Venturi Jet MK-III e MK-IV. (3)

 

 

REGULADOR HEINKE DOUBLE HOSE (TWIN HOSE) VENTURI JET MK-III

 

 

O MK-III Venturi Jet nasce com várias modificações. A mudança externa que ocorreu do original  Heinke-Lung foi a eliminação dos horns/chifres - "twin horns" de exaustão, que foram substituidos por uma cobertura de borracha moldada com uma válvula de exaustão única. A redução de peso foi de 900g. Na parte frontal do regulador foi colocada a expressão "VENTURI JET". (4)

Esta alteração para uma válvula de exaustão única, e a colocação do "duckbill"/vávula bico de pato dentro da nova tampa do  novo modelo de regulador, incomodou a concorrente Siebe Gorman, que alegou violação de patente. Como a patente de Cousteau-Gagnan havia sido escrita em termos da localização da válvula de escape em relação ao diafragma, mas não definia isso em termos da posição em relação à saída da válvula de exaustão. Assim, deixando o "duckbill" para dentro da tampa, a Heinke o moveu para o final da válvula de exaustão, ao lado da mangueira de exaustão. Isto deixou a modificação realizada fora das dimensões e restriçõeso da patente de Cousteau-Gagnan. (4)

A principal melhoria do projeto do MK-III foi a adição do Venturi Jet no segundo estágio, que deu nome ao regulador. Um tubo de metal que dirigia o fluxo de ar da válvula de inalação para a entrada da mangueira de inalação, causando a desejada ação venturi. Válvulas "non-return" de borracha foram colocadas em compartimentos rígidos dentro do mouthpiece/bocal em ambos os lados. Também foram eliminados os acoplamentos/clamps/braçadeiras parafusados das mangueiras nos horns do regulador, que foram substituidos por braçadeiras finas de metal. (4)

 

Figura 2

 

 

REGULADOR HEINKE DOUBLE HOSE (TWIN HOSE) VENTURI JET MK-IV

O regulador double hose Mk-IV Venturi Jet foi criado através da adição de uma válvula "by-pass" (no primeiros estágio) no desenho do MK-III Venturi Jet, que se assemelhavam em todos os outros detalhes. Ambos os reguladores foram fabricados no mesmo período. A alavanca de acionamento estava agora muito mais curta, com uma manivela usinada de 1 ¼", com o cabo de acionamento passando sobre o ombro direito do mergulhador. Com a inclusão das válvulas anti-retorno no moutpiece/bocal, a função de desalagamento das mangueiras, que existia no MK-II, perdeu um pouco o sentido, mas a função de permitir um rápido fornecimento de ar para o mergulhador, quando necessário, ainda era vantajosa. (4)

 

       

 

 

REGULADOR HEINKE DOUBLE HOSE (TWIN HOSE) VENTURI JET AIRLINELUNG

Assim como aconteceu com os "Twin-Horns", existiu também uma versão Heinke Venturi Jet Airlinelung, que utilizava, exclusivamente, uma fonte de ar da superfície. Três estribos foram fixados na parte de trás no invólucro de metal, que permitia que o regulador se prendesse ao harness. As mangueiras de inalação e exalação ficavam sobre os ombros do mergulhador e o tubo com a entrada de ar ficava na parte inferior do regulador, de modo que as mangueiras formavam a letra "Y". A expressão que aparecia na parte frontal do regulador era HEINKE LONDON - AIRLINELUNG VENTURI JET. (4)(5)

 

         

  

Mas não existiu o efeito Venturi Jet neste modelo de regulador, pois, em virtude do posicionamento das suas válvulas de inalação e exalação, não tinha espaço para a colocação do tubo venturi. (4)

Durante este período, alguns "Twin-Horn" foram alterados durante a sua manutenção, pela remoção do seu dupla sistema de exaustão e substituindo-o com a nova cobertura de borracha. Eram conhecidos como Híbridos Venturi Jets. (4)

Os reguladores double hose MK-III e MK-IV Venturi Jet foram produzidos durante todo o final da década de 50.

 

  

REGULADOR HEINKE DOUBLE HOSE (TWIN HOSE) MERLIN

O Heinke Merlin foi introduzido no final de 1961. Nos seus projetos apareciam com o nome Heinkelung MkV DVR, mas nos anúncios de venda ele apareceu descrito como MERLIN com MARVA (Mechanical Air Reserve-Airlinelung). Um regulador de dois estágios que herdou algumas características dos Venturi Jet MK-III e MK-IV: (6)

    - Conjunto de mangueiras com válvulas non-return no bocal;

    - Válvula de exaustão embutida;

    - Sistema de Venturi Jet;

    - Válvula interna de alívio;

    - Tampa superior do regulador de borracha moldada, que agora apresentava a expressão MERLIN HEINKE - London - Made in England;

 

Figura 3 e 4

 

 

 

Apesar de o segundo estágio ser o mesmo dos Venturi Jet, o primeiro estágio foi todo reprojetado. Ele possuia como opcional, uma válvula reserva que poderia ser acionada através de uma corda que vinha sobre o ombro direito do mergulhador quando o fluxo de ar diminuisse com a queda de pressão do cilindro. Uma versão com alimentação de ar da superfície também foi feita para o Heinke MERLIN. O regulador, então funcionaria com a fonte de ar da superfície e utilizaria os cilindros como fonte reserva.

Este modelo apresentou algumas falhas. A adição de uma válvula Bail-Out, que foi colocada junto da válvula reserva que, também, era acionada por uma corda que liberava o ar do cilindro. A aparência da válvula Bail-Out e da válvula reserva era semelhante. Foi utilizado uma flange com detalhes hexagonais e uma corda na cor verde para a válvula Bail-Out, ao contrário da cor vermelha para a corda da válvula reserva. (6)

 

 

 

REGULADOR SIEBE-HEINKE DOUBLE HOSE (TWIN HOSE) MERLIN

A produção do Heinke Merlin começou em 1961. Mas, pouco tempo depois, entre 1961 e 1962, a empresa foi adquirida pela sua grande rival a Siebe Gorman. O Merlin continuou a ser produzido pelos novos proprietários. (6)

 

 

O Heinke Merlin pode ser identificado pelo seu número de série, data de fabricação e iniciais que estam estampadas na parte triangular do corpo do regulador. (6)

 

           

 

Quando a Siebe Gorman assumiu, eles criaram o nome Siebe Heinke para a comercialização dos equipamentos de mergulho recreacional. E voltaram a colocar o número  junto ao nome do regulador: MERLIN MK-V. O padrão de construção do regulador manteve-se inalterado. Na verdade, os componentes de borracha moldados da tampa superior e o bocal ainda carregavam as marcações originais da Heinke.

A mudança do fabricante pode ser identificada pelo número de série, que agora aparece em forma das iniciais SH, que continuaram sendo usadas até mesmo nos reguladaores Siebe Gorman Merlin MK-VI. As inicias SH e a data podem estar carimbadas em uma única linha. (6)

 

 

                   

 

Em 1963, o nome Siebe-Heinke aparece pela última vez nos catálogos.

 

 

 

REGULADOR HEINKE DOUBLE HOSE (TWIN HOSE) MERLIN MK-V

Posteriormente,  a Siebe Gorman alterou os moldes para eliminar o nome em relevo Heinke. Isto produziu uma parte plana no topo do regulador onde seria colada uma etiqueta adesiva dizendo que o regulador era um Siebe Gorman Merlin MK-V. O bocal também foi alterado para constar o nome Siebe Gorman, além de uma seta indicando o sentido do fluxo de ar. A maioria dos reguladaores com esta etiqueta se desgastou com o tempo, mas ainda é possível se achar algum regulador com a etiqueta Siebe Gorman Merlin MK-V intacta. (6)

 

 

 

REGULADOR HEINKE DOUBLE HOSE (TWIN HOSE) MK-VI

Algumas melhorias foram feitas pela Siebe Gorman para produzir o MK VI. A tampa superior do regulador foi rebaixada para que fosse colocado o rótulo "Merlin Mk VI". Este rebaixo protegia a etiqueta de desgastes por abrasão. Um novo projeto para um novo posicionamento do "duck-bill" foi feito. Modificações no assento do primeiro estágio para uma melhor vedação para uso com cilindros com maiores pressões, além de algumas melhorias no segundo estágio. O tubo venturi foi encurtado para melhoramento de sua posição com relação à saída para a porta de inalação. (6)

  

 

 

 

Fontes:

(1) http://www.divingheritage.com/siebekern.htm

(2)  John Salsbury;

(3) Historical Diving Times Magazine #40

(4) Historical Diving Times Magazine #43

(5) Frank Werthwein

(6) Historical Diving Times Magazine #48

(7) Figuras 1, 2, 3 e 4: Copright de Bob Campbell - Publicados com sua autorização

 

 

MK I Twin Horn

MK-II Twin Horn #N1058251

MK III Venturi Jet

MK IV Venturi Jet #659.145

MKV V Merlin

MKV VI Merlin



 
Apoio   Scuba Point Facebook

 
Terms of Use Copyright © CG-45 Collection     -     All Rights Reserved Contact